Banner Portal
Estratégias do CECOM na gestão do cuidado à saúde da comunidade Unicamp durante a Pandemia
PDF

Palavras-chave

Cuidado à saúde
Estratégia
Gestão
Covid-19

Como Citar

TREVISANE, Rose Clelia Grion et al. Estratégias do CECOM na gestão do cuidado à saúde da comunidade Unicamp durante a Pandemia. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 8.Eixo 4, p. e0220947, 2023. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/18179. Acesso em: 28 maio. 2024.

Resumo

Introdução/Objetivo: A Pandemia do covid-19 trouxe no CECOM houve sobrecarga às equipes criando demandas extraordinárias. Os profissionais das áreas e o espaço físico foram redirecionados para o enfrentamento da Covid-19. O isolamento social foi uma das primeiras estratégias adotadas e o atendimento presencial aos usuários ficou restrito aos casos sintomáticos. Consultas eletivas e programas preventivos foram suspensos. Todo o esforço foi dirigido ao atendimento, testagem e vigilância epidemiológica. Foi necessário criar estratégias que permitissem a continuidade com o cuidado à saúde dos usuários, acolher e orientar remotamente os já inseridos em programas de atenção à doenças como: hipertensão arterial, diabetes, dor crônica e continuar a divulgação de auto cuidado para evitar o adoecimento ou recaídas. Metodologia: Para garantir assistência aos mais necessitados, coube à gestão do CECOM criar ações de: Monitoramento telefônico aos casos de hipertensão, diabetes e dor crônica, inserindo os identificados como graves, em agendas especiais para atendimento presencial; Gravação de vídeos sobre assuntos importantes de clínica médica, fisioterapia, saúde mental, nutrição, saúde bucal, etc, enviados pelo Divulga e inseridos no site e canal Youtube do CECOM; Teleatendimento em psicologia; Aulas on line e gravadas de atividade física do Mexa-se; Criação de grupos preventivos online com disponibilização prévia de conteúdo e meet para conversas; Oferecimento parcial da Campanha de Prevenção ao câncer de intestino; Criação de agenda às urgências de testagem e consultas às Infecções Sexualmente Transmissíveis. Resultados: Ações desenvolvidas por equipe multidisciplinar em 2020 e 2021: - 28 vídeos gravados pelos próprios profissionais do CECOM para o Programa Cuidando da Saúde na Quarentena com importantes orientações de autocuidado - mais de 29.000 visualizações - Criação dos Grupos on line: NutriAção, Trocando Idéias sobre Contracepção, Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e Autocuidado, Grupo de Gestantes e Conversando sobre Climatério e Menopausa e Falando da Boca e do Serviço de Odontologia - acessados por 1.443 participantes. - 80 vídeo aulas do Programa Mexa-se para uma média de 15 participantes por aula ao vivo e 170 participantes acessaram as aulas gravadas . - 948 tele atendimentos em psicologia. - 1.697 tele monitoramentos das doenças crônicas (Hipertensão Arterial, Diabetes e Dor Crônica). - Entregues 3.190 exames de sangue oculto nas fezes pela Campanha de Prevenção do Câncer de Intestino Grosso . - Atendidos 1.309 casos de urgência no Centro de Testagem e Aconselhamento(CTA) às ISTs. Conclusão: A pandemia nos desafiou a reformular nossas práticas de saúde já consagradas nas situações de normalidade. Foi necessário engajamento da equipe para criar novas propostas, preenchendo a lacuna ocasionada pela suspensão da atenção coletiva e das consultas eletivas. O CECOM demonstrou agilidade e habilidade necessárias para o enfrentamento através das estratégias aqui elencadas. Muitas das atividades on-line iniciadas na pandemia foram incorporadas neste formato, devido a ampla aceitação de nossos usuários.

PDF

Referências

BRASIL. Ministério da Saúde. Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças não Transmissíveis (DCNT) no Brasil. Brasília, 2011-2022.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Rose Clelia Grion Trevisane

Downloads

Não há dados estatísticos.