Banner Portal
O ensino do desenho para criança cega no período da pandemia do Coronavírus
PDF

Palavras-chave

Covid-19
alfabetização
desenho

Como Citar

MENDES , F. A. G. O ensino do desenho para criança cega no período da pandemia do Coronavírus. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 8.Eixo 3, p. e0220930, 2023. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/18147. Acesso em: 26 fev. 2024.

Resumo

Introdução/Objetivo: Este trabalho é parte da pesquisa de doutorado que teve atividades desenvolvidas no período da pandemia do Coronavírus. As aulas foram realizadas on-line pela plataforma Google Meet, no ano de 2020. Uma das atividades trabalhadas com a criança foi o desenho em relevo. É importante dizer que os desenhos foram sendo trabalhados com a criança desde o início do ano de 2019, com 6 anos e 11 meses de idade. Para Vigotski (1995) há uma inter-relação entre o desenho como linguagem e a escrita com crianças de 4 e 5 anos. Ao que parece não foi apresentado o desenho a essa criança nessa fase. O objetivo deste estudo foi mostrar os desenhos feitos com instrumento adaptado e que o desenho pode ser realizado por qualquer criança sendo importante para a alfabetização. Metodologia: As aulas realizadas on-line pela plataforma Google Meet foram acompanhadas pela mãe da criança, na maioria das vezes, e pelo pai, algumas vezes. O instrumento adaptado foi uma lixa, onde a criança ao traçar as linhas com o giz de cera podia sentir com o tato cada traço. Foram trabalhadas linhas e formas geométricas feitas na folha de papel com o uso do giz de cera e lixa colocada sob a folha. Depois do trabalho com as linhas passou-se para os desenhos. Primeiro a pesquisadora solicitou a mãe que fizesse desenho com tinta em relevo para que a criança conhecesse o formato e, depois que ela própria desenhasse com giz de cera utilizando a lixa. Em seguida a criança desenhou utilizando formas geométricas. Resultados: A criança começou a ser atendida pela pesquisadora em 2018, quando tinha 6 anos e 1 mês de idade. O material coletado durante a pandemia, em 2020, foi possível devido às atividades anteriores com desenhos. Foram selecionados duas figuras, a casa e o ônibus, em que a criança desenhou utilizando as formas geométricas. No desenho da casa, a criança segue a solicitação da professora/pesquisadora no ensino do desenho em relevo; no desenho do ônibus, utiliza de formas geométricas a pedido da professora/pesquisadora, mas pensa e desenha o que quer. A criança cega pode fazer desenhos com representações dela própria. Também é possível trabalhar desenhos com a criança cega utilizando miniaturas dos objetos, principalmente daqueles que de outra forma não seja possível. Conclusão: A criança cega não só pode como deve desenhar. É uma atividade que qualquer criança gosta de realizar e que nenhuma delas deve ser privada de tais realizações. O desenho de qualquer criança tem seus significados expressos pela linguagem. Desenhar faz parte do processo de desenvolvimento da criança e tem uma importância enorme na apropriação da leitura e da escrita.

PDF

Referências

MENDES, F.A.G. O desenho infantil, a leitura e a escrita braille na alfabetização de uma criança cega: contribuições da perspectiva histórico-cultural. Tese de Doutorado. UNIMEP, 2021.

VIGOTSKI, L. S. Genesis de las funciones psíquicas superiores, em Problemas del desarollo de la psique. Obras Escogidas - vol. 3. Madrid: Visor, 1995, p. 139-168.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Fátima Aparecida Goncalves Mendes

Downloads

Não há dados estatísticos.