Banner Portal
Inventário florístico das árvores da FECFAU com uso de geotecnologia e implantação de plaquetas com QR Code para a identificação
PDF

Palavras-chave

Qr code
Geotecnologia
Árvores
Mapeamento
Inventário florístico

Como Citar

JUNIOR, Helio Cavalheri. Inventário florístico das árvores da FECFAU com uso de geotecnologia e implantação de plaquetas com QR Code para a identificação. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 8.Eixo 3, p. e0220718, 2023. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/17949. Acesso em: 22 jul. 2024.

Resumo

Introdução: Foram mapeadas e identificadas todas as árvores da FECFAU. Os dados do cadastramento foram disponibilizados à comunidade por meio de mapa digital, contendo informações técnicas sobre as árvores, ferramentas de consulta e filtros. A leitura do QR Code impresso nas plaquetas de identificação, direciona o usuário à ficha técnica da espécie em ambiente web. Objetivo: O trabalho leva o conhecimento sobre as árvores para a comunidade envolvida, além de poder ser utilizado como ferramenta de gestão pública nas questões de arborização urbana e educação ambiental, bem como subsidiar o planejamento de novos projetos de infraestrutura, mobilidade e acessibilidade, podendo ser aplicado em todo o território nacional. O público alvo é toda a comunidade que frequenta os espaços ocupados pela FECFAU diariamente. Metodologia: O mapeamento foi realizado nos locais ocupados pela FECFAU-Unicamp, de janeiro a maio de 2022, por meio das ferramentas de geotecnologias, mais especificamente as plataforma ArcGIS Online e Arc GIS Pró. Primeiramente criou-se o Banco de Dados Georreferenciado com a plataforma Arc GIS Pró e em seguida os dados foram transferidos para o ambiente web, na plataforma Arc GIS Online, onde foi criado o mapa online e as fichas técnicas. Para o georreferenciamento e coleta das informações das árvores em campo utilizou-se o aplicativo mobile Fild Maps, acessado por um smartphone, marca Samsung, modelo Galaxy A31 . Para a geração dos QR Codes, foi utilizado o navegador Microsoft Edge, também foram consultados diversos livros da área de Botânica, para auxiliar na identificação dos elementos arbóreos. Resultados: Com o projeto foram mapeados e cadastrados 100% dos elementos arbóreos existentes nas áreas ocupadas pela FECFAU, resultando num total de 212 árvores e 19 palmeiras, além de 55 indivíduos arbustívos e 6 herbáceos. Os dados demonstraram que as espécies de origem nativa da flora brasileira são singelamente predominantes em relação às espécies exóticas, demonstraram também que a família Fabaceae é predominante e equivale à 12,67,% dos indivíduos mapeados, constatou-se também que existem 16 espécies de frutíferas de consumo humano, sendo 10 espécies nativas da flora brasileira, tais como, o bacupari e a grumixama, e 6 espécies exóticas, como por exemplo o jambo-amarelo e a longana. Além proporcionar o envolvimento da sociedade local com as questões ambientais da Universidade, o projeto conta também com a possibilidade da utilização no aperfeiçoamento das habilidades dos alunos de Engenharia Civil e Arquitetura, nas questões relacionadas ao Licenciamento Ambiental para obras de construção civil, no que tange a questão de identificação e classificação de árvores, bem como nas questões de paisagismo para os alunos de Arquitetura, proporcionando uma forma de aplicação prática dos conhecimentos adquiridos em sala de aula. Conclusão: O presente trabalho é um projeto piloto sobre o mapeamento com o uso de geotecnologias e identificação das árvores existentes no campus da "Cidade Universitária Zeferino Vaz - Unicamp" via QR Code. A utilização das ferramentas de geotecnologia e do SIG - Sistema de Informação Geográfica, juntamente com o crescente avanço das tecnologias Mobile, vem demonstrado um potencial de grandeza exponencial, para subsidiar os gestores nas tomadas de decisões, projetos estratégicos e planejamento territorial, seja em órgãos públicos, tanto administrativos, quanto acadêmicos, bem como no setor privado.

PDF

Referências

LORENZI, Harri et al. FRUTAS NO BRASIL: nativas e exóticas (de consumo in natura), 1 ed. Nova Odessa-SP: Instituto Plantarum de Estudos da Flora, 2015. 736 p.

LORENZI, Harri et al. ÁRVORES E ARVORETAS EXÓTICAS NO BRASIL, 1 ed. Nova Odessa-SP: Instituto Plantarum de Estudos da Flora, 2018. 448 p.

LORENZI, Harri. ÁRVORES BRASILEIRAS: Manual de Identificação e Cultivo de Plantas Arbóreas Nativas do Brasil, Vol. I, 5 ed. Nova Odessa-SP: Instituto Plantarum, 2008. 368 p.

SOUZA, Vinícius Castro et al. GUIA DAS PLANTAS DA MATA ATLÂNTICA: Floresta Estacional, 1 ed. Piracicaba-SP: Liana Produções Editoriais, 2019. 360 p.

TAMASHIRO, Jorge Yoshio et al. Árvores do campus da Unicamp: nativas no Brasil. 1 ed. Campinas-SP, Editora da Unicamp, 2012. 192 p.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Helio Cavalheri Junior

Downloads

Não há dados estatísticos.