Banner Portal
Construindo (re) meu espaço através do brincar, cuidar e educar para um mundo mais responsável e consciente
PDF

Palavras-chave

Educação infantil
Revitalização
Meio ambiente
Famílias

Como Citar

CRUZ, Sandra Mara de Oliveira; PORCINO, Ana Paula da Costa; SAVANO, Cyntia Aparecida Franklin; BERTHO, Eliete Chifoni; BOAS, Iraci Rodrigues Vilas; SALOMÃO, Jane Gilda Pereira; GUERAZZI, Lenice; CORDEIRO, Valdinéia Bento; PEREIRA, Valquíria Salustiano. Construindo (re) meu espaço através do brincar, cuidar e educar para um mundo mais responsável e consciente. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 8.Eixo 3, p. e0220077, 2023. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/17861. Acesso em: 18 abr. 2024.

Resumo

Introdução/Objetivo: O presente trabalho está em desenvolvimento no Ceci Parcial/DEdIC, no maternal II com 27 crianças entre a faixa etária de 12 a 36 meses do período da manhã. Floresceu a partir do anseio das professoras em tornar o espaço externo (parque) em um ambiente interativo e aconchegante. Envolvendo-as no processo de observação, exploração, transformação, e contribuindo com o meio ambiente, reaproveitando os materiais recicláveis na construção de brinquedos, vasos de plantas e regadores. Disponibilizando situações de aprendizagens que valorizem as indagações e as experiências vivenciadas pelas crianças no cotidiano. Metodologia: O projeto é pautado a partir do interesse das crianças, integrando as descobertas, curiosidades, despertando um olhar sensível e brincante com os materiais/elementos naturais que são manuseados durante as vivências. Através da interação família/creche foi solicitado o envio dos materiais como sombrinhas, garrafas plásticas, tampas de garrafas, pneus, plantas, terra, adubo, tinta, vasos, argila, entre outros. Resultados: O plano está em andamento e as expectativas em relação aos resultados esperados estão sendo alcançados, fomentando as aprendizagens tornando-as significativas. Cada brinquedo construído e disposto no espaço é motivador. Assim, que percebem alguma mudança, as crianças a exploram intensamente, além, do cuidado e o zelo com a natureza, as regas, a contemplação das árvores e flores que integram as descobertas e curiosidades dos pequenos. Durante o percurso das estratégias realizamos a escuta atenta e priorizamos o brincar, isso, faz com que a criança se sinta pertencente ao meio em que ela está inserida ajudando-o a se modificar. Este projeto trata-se de uma amostra de quão significativos são os espaços da creche na educação infantil, das atividades livres e planejadas, das situações previstas e das imprevistas, dos vários momentos das nossas vivências, trocas de experiências, alguns ensinamentos e muito, muito aprendizado. Conclusão: Diante do exposto, cada ação realizada no projeto abrange de maneira global todas as pessoas que por ali passam, crianças, professores, e os demais profissionais da instituição, fazendo com que todos sintam-se pertencentes ao espaço, cuidando e zelando do ambiente. Portanto, com as várias modificações realizadas no espaço do maternal II podemos considerá-lo como terceiro educador, onde é possível oferecer inúmeras possibilidades de interação, socialização, tendo a criança como agente ativo e participativo, propiciando o desenvolvendo da sua autonomia.

PDF

Referências

BRASIL, Ministério da Educação - Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Infantil. Secretaria de Educação Básica. Brasília: MEC, SEB, 2010.

Ministério da Educação. Brinquedos e brincadeiras nas creches: manual de orientação pedagógica / Secretaria da Educação Básica. - Brasília: MEC/SEB,2012.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Sandra Mara de Oliveira Cruz, Ana Paula da Costa Porcino,Cyntia Aparecida Franklin Savano, Eliete Chifoni Bertho, Iraci Rodrigues Vilas Boas, Jane Gilda Pereira Salomão, Lenice Guerazzi, Valdinéia Bento Cordeiro, Valquíria Salustiano Pereira

Downloads

Não há dados estatísticos.