Banner Portal
Storymap do trabalho de campo dos corredores ecológicos da Unicamp
PDF

Palavras-chave

Storymap
Trabalho de campo
Corredores ecológicos

Como Citar

CHINELATO, William et al. Storymap do trabalho de campo dos corredores ecológicos da Unicamp. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 8.Eixo 1, p. e0220030, 2023. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/17763. Acesso em: 21 jul. 2024.

Resumo

Introdução/Objetivo: O objetivo deste trabalho é registrar de forma quantitativa e qualitativa, através de um storymap, o levantamento de informações do trabalho de campo, realizado nos futuros corredores ecológicos da Unicamp, sendo utilizado dispositivos drone e celular para captação de imagens e georreferenciamento dos pontos visitados. Além do registro das equipes da DEPI/CSUS e DMA trabalhando em campo em dois dias diferentes, o storymap também permitiu a criação de um recorte de dados espaciais e históricos, que servem de subsídio para consultas em diversos níveis informacionais. Os níveis técnico e gerencial, com novos dados coletados, subsidiando projetos em implantação e/ou em execução, assim como o nível do interesse geral da comunidade, proporcionando informação, transparência e reconhecimento. Metodologia: Nos dias 28 e 30 de junho de 2022, foi realizado um trabalho de campo na área prevista do futuro corredor ecológico, para levantamento de dados. Através de mapas preexistentes, quantificamos a existência de nove pontos de interesse. Em campo, utilizamos drone e celular para registrar, georreferenciar e qualificar as informações nestes pontos. Os dados obtidos, foram condensados num storymap e publicados na internet, através do software ARCGIS. Resultados: O Storymap confeccionado contém mídias, inclusive aéreas, mapas, dados e textos informativos. Depois de disponibilizado em site dedicado na internet, pode proporcionar pelo menos três níveis importantes de informação. O nível primário, traz uma descrição objetiva do trabalho realizado em campo, contextualizando recortes temporais e espaciais devido ao seu georreferenciamento, além do registro de atividades extraordinárias, as vezes ignoradas em processos de avaliação, realizadas por funcionários, em geral, fora das suas atribuições rotineiras. O segundo nível, permite as equipes técnicas envolvidas, a disponibilização de uma nova base de dados, e a comparação com informações preexistentes, funcionando como subsídio auxiliar para consultas e tomada de decisões, inclusive de gerentes e gestores. O último nível, permite a incorporação do Storymap em páginas institucionais, como no nosso caso o ATLAS da Unicamp ou ainda criação de QR Code, para leitura de celulares, ambos voltados para divulgação ampla na comunidade, permitindo atender ao critério de transparência e dando visibilidade a trabalhos pouco conhecidos. Sua reaplicação pode ser ampla, pois todo fluxo de trabalho, especialmente aqueles que envolvam características espaciais, podem ser contextualizados e divulgados. Conclusão: O trabalho de campo permitiu as equipes DEPI/CSUS e DMA, confrontar dados preexistentes com a realidade in loco, especialmente no recorte dos passadores de fauna, sendo enriquecido pelo registro de imagens georreferenciadas, inclusive aéreas, com uso de drone e celular, pois esses dados fornecem outras perspectivas e possibilidade de consultas posteriores. O Storymap, como página na internet, pode conter tanto a descrição desse trabalho, como ser ele mesmo fonte dos resultados obtidos.

PDF

Referências

LUSTOSA, Cesar Augusto. Milton Santos e o Método de Pesquisa em Geografia. Revista Eletrônica: Tempo - Técnica - Território, v.2, n.1, 2011, p. 58:70 ISSN: 2177-4366. DOI: https://doi.org/10.26512/ciga.v2i1.15420 Acessado em 15/08/2022.

CHAMINÉ, Helder I.; Freitas, Liliana; Afonso, Maria José. ‘Story Maps’ e Geologia, Rev. Ciência Elem., V7(2):028, 2019. DOI: http://doi.org/10.24927/rce2019.028 Acessado em 15/08/2022

FRANCISCO, CN. Sistemas de Informação Geográfica e Geoprocessamento. UFF. Disponível em: https://www.professores.uff.br/cristiane/sistemas-de-informacao-geografica-e-geoprocessamento/ Acessado em 15/08/2022

LACOSTE, Yves. A Geografia - Isso serve, em Primeiro Lugar, para Fazer a Guerra. São Paulo, ed. Papirus, Campinas, 1988.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 William Chinelato, Vanderlei Braga, Paulo de Tarso Gerace Rocha, Gabriela Marques Romero, Franciso De Assis Silva, Marcelo Albieri, Renato Lopes Campagnoli, Amanda Alves de Mello, Cristiane Sant'ana Galvão, Camila Alonso Santos

Downloads

Não há dados estatísticos.