Banner Portal
Projeto piloto de identificação de chaves dos ambientes de ensino da FCM
PDF

Palavras-chave

Metodologia
identificação
segurança

Como Citar

ARAÚJO, Elisangela Maria; GOMES, Getúlio Marcelino; JORGE, Bruno de. Projeto piloto de identificação de chaves dos ambientes de ensino da FCM: ações no desenvolvimento de carreira dos discentes de cursos de Graduação da Unicamp. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 8.Eixo 1, p. 17745 , 2023. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/17745. Acesso em: 19 abr. 2024.

Resumo

Introdução/Objetivo: A FCM conta com aproximadamente 30 espaços de ensino e áreas administrativas correlatas. O controle de acesso destes ambientes possui inúmeras chaves, sendo que a grande maioria não possui nenhuma identificação. Encontrar a chave que abre determinada porta leva à desagradável tarefa de tentativa e erro e perda de tempo. Algumas tentativas de identificação não tiveram resultado satisfatório pois não foi criado um sistema de código, tão pouco foi realizada uma fixação da identificação que ficasse por um longo período. Muitas vezes são utilizadas fitas adesivas comuns, que com o tempo e a aplicação de álcool gel, acabam se soltando rapidamente. Portanto, o objetivo do trabalho é criar um sistema de código de identificação das chaves de forma sistemática, replicável e permanente. Metodologia: Projeto piloto realizado no Lab. de Habilidades da FCM. Foi criado um sistema de códigos (formados por nos e letras) separados em 3 partes: 1) nº do prédio e sigla; 2) ambiente; 3) dispositivo de segurança. Cada chave e dispositivo contém o mesmo código para permitir a fácil localização no claviculário. Ex: 6LH-CS-P01, onde 1) 6 é o nº do prédio e LH, Lab. Habilidades; 2) CS, Centro de Simulação; 3) P01, porta nº 01. O código é replicável para todas as áreas, pois permite a criação de novos códigos utilizando a mesma metodologia. Nas partes 2 e 3, é possível acrescentar um número após a letra nos casos em que há áreas ou dispositivos de segurança iguais, o que torna cada código único. As chaves foram pintadas com esmalte, e tiveram os códigos fixados com tubo termo retrátil transparente. Resultados: O envolvimento dos profissionais da área colaborou com os resultados alcançados: - Facilidade de identificação da chave específica para determinado dispositivo de segurança (porta, cadeado, armário, etc); - Agilidade no atendimento de estudantes e professores que utilizam os espaços de ensino; - Possibilidade de higienização das chaves sem danificar a identificação; - Simplificação do uso das chaves para profissionais que eventualmente trabalham nestes setores aos finais de semana. A metodologia de identificação das chaves criada neste projeto piloto é replicável para todos os prédios e áreas da FCM, sem que haja necessidade de alteração ou adaptação. Também é possível a replicação do método para demais áreas da Universidade. Contudo, é necessário o mapeamento das características de cada local a ser implementado, considerando a possibilidade de adaptação do método. Conclusão: O projeto piloto demonstrou resultados satisfatórios. Ainda em curso, ele passará pela etapa de validação em relação ao uso constante das chaves, para assegurar a eficiência da forma utilizada para identificação. Após, será elaborado um planejamento de expansão para demais áreas da FCM, iniciando pelos outros ambientes de ensino, seguindo para o auditório e, por fim, nas áreas administrativas.

PDF

Referências

Kotler, Philip & Keller, Kevin Lane (2006). Administração de Marketing. Ed. Pearson Education. 12. ed. São Paulo: Pearson Education. CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à teoria geral da administração: uma visão abrangente da moderna administração das organizações: edição compacta. 3 ed. Rio de Janeiro: Campus , 2004. 492 p.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Bruno de Jorge, Getúlio Marcelino Gomes, Elisangela Maria Araújo Servidor

Downloads

Não há dados estatísticos.