Banner Portal
Considerações para a promoção da saúde física e mental dos funcionários da área da saúde da Unicamp durante e Pós-Pandemia por Covid-19
PDF

Palavras-chave

Pandemia
Covid-19
saúde física
saúde mental
profissional da saúde

Como Citar

SILVA, Conceição Aparecida da; NASCIMENTO, Higor Campos do; RUSCALLEDA, Regina Maria Innocencio. Considerações para a promoção da saúde física e mental dos funcionários da área da saúde da Unicamp durante e Pós-Pandemia por Covid-19. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 8.Eixo 3, p. e0220829, 2023. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/17743. Acesso em: 22 jun. 2024.

Resumo

Introdução/Objetivo: A pandemia de covid-19 surgiu como um grande desafio para os profissionais da área da saúde da UNICAMP, devido à grande demanda de mão de obra e recursos necessários para o seu enfrentamento. As modificações impostas na rotina de trabalho, o risco aumentado de serem infectados e desenvolverem a doença, a preocupação de contaminar pessoas do seu convívio fora da Universidade, a sobrecarga de trabalho e a exposição a mortes em larga escala, contribuíram para elevar o nível de estresse desses profissionais, impactando diretamente em sua saúde física e mental. Tendo em vista tal quadro insalubre que leva ao aumento do absenteísmo e de afastamentos, este trabalho tem como objetivo chamar a atenção para a necessidade de discutir ações integradas para mitigar esses reflexos na saúde das equipes. Metodologia: O presente estudo constitui-se de um compilado de relatos de experiências do tipo descritivo, baseado nas experiências vivenciadas pelas equipes que atuaram na linha de frente do combate à covid-19. No período de junho a agosto de 2022 foram realizadas 200 entrevistas com profissionais da área da saúde da UNICAMP, sendo 100 entrevistados no Hospital de Clínicas, 50 no Hospital da Mulher/CAISM, 20 no Gastrocentro, 20 no Hemocentro e 10 no CECOM. O questionário foi composto por cinco perguntas sobre atividade profissional, sentimentos e problemas de saúde física e mental vivenciados por esses profissionais do início da pandemia até o momento da entrevista. Resultados: Planejar formas de prevenção e de cuidados do adoecimento exige o diagnóstico da saúde física, psíquica e do grau de sobrecarga no trabalho dos profissionais que atuam nos serviços de saúde, sejam eles empregados, terceirizados ou pertencentes a outras modalidades de vínculos. Um esforço para o resgate da autoestima, motivação e do bem estar físico e mental desses trabalhadores deve ser discutido e implementado com a máxima urgência. Programas como o MEXA-SE e a ginástica laboral promovidos pelo Centro de Saúde da Comunidade - CECOM devem ser ampliados e estimulados. Rodas de conversa e sessões de terapia em grupo são essenciais para manter a saúde mental dos trabalhadores, e devem ser implementadas nos diversos setores da área da saúde. Disponibilizar telemedicina e teleatendimento com psicólogos e psiquiatras seria uma ferramenta de fácil implementação, baixo custo e muito eficaz para auxiliar nesse processo. As sugestões propostas neste momento ainda pandêmico poderão ser, após implementadas, aplicadas rotineiramente no ambiente de trabalho, proporcionando maior bem estar físico e psíquico aos componentes das equipes de saúde. Nesse contexto, é importante também ouvir os profissionais diretamente envolvidos para a tomada de decisões mais assertivas que abranjam a todos. Conclusão: Os dados levantados nessa pesquisa (Figura 1) mostraram como os profissionais da saúde têm se sacrificado para atender os pacientes com covid-19, atuando de forma heroica sob situações em que faltaram leitos de UTI, equipamentos e mão de obra. Esse esforço tem resultado em uma situação de extremo desgaste psicológico e físico para os profissionais da linha de frente. Para que se atravesse esse momento, ainda pandêmico, é necessário implementar medidas de proteção e promoção da saúde física e mental que possam ser incluídas nos protocolos dos serviços e na rotina desses trabalhadores.

PDF

Referências

Boletim COVID-19 UNICAMP. Disponível em: https://www.unicamp.br/unicamp/boletim-covid-19. Acesso em 06/09/2022. SOUZA, L.P.S; SOUZA, A.G. Enfermagem brasileira na linha de frente contra o novo Coronavírus: quem cuidará de quem cuida? Journal of Nursing and Health, v. 10, n. 4, 2020. SMITH,G. D; et al. COVID-19: Emerging compassion, courage and resilience in the face of misinformation and adversity. Journal of Clinical Nursing, 2020. TOESCHER, A.M.R. et al. Saúde mental de profissionais de enfermagem durante a pandemia de COVID-19: recursos de apoio. Escola Anna Nery, Reflexão, 24, 2020.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Conceição Aparecida da Silva, Higor Campos do Nascimento, Regina Maria Innocencio Ruscalleda

Downloads

Não há dados estatísticos.