Redução de desperdícios com o LEAN na CCIH/CAISM

Autores

  • Vanessa Ferraz Suzuki Banhesse Universidade Estadual de Campinas
  • Carolina Carvalho Ribeiro do Vale Universidade Estadual de Campinas
  • Roseli Calil Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i7.11578

Resumo

Unidades de atendimento e internação do Caism precisavam de informações sobre pacientes colonizados por bactérias multirresistentes ou com suspeita de doenças como tuberculose, devido à necessidade de precauções como quartos privativos e uso de paramentação específica, de acordo com o tipo de precaução. Em meados de 2015, estas informações eram disponibilizadas pela comissão de controle de infecção hospitalar (CCIH) com impressões em papel, todas as sextas-feiras e distribuídas em vários setores do hospital. Este processo gastava 4200 folhas sulfite por ano, em média. A proposta era mudar o processo de trabalho sem onerar o hospital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Ferraz Suzuki Banhesse, Universidade Estadual de Campinas

CAISM - Hosp. da Mulher Prof.Dr.Jose Aristodemo Pinotti-Caism; CCIH - Célula da Comissão Controle Infecção hospitalar;

Carolina Carvalho Ribeiro do Vale, Universidade Estadual de Campinas

CCIH/CAISM.

Roseli Calil, Universidade Estadual de Campinas

Neonatologia.

Downloads

Publicado

2019-10-07

Como Citar

BANHESSE, V. F. S.; VALE, C. C. R. do; CALIL, R. Redução de desperdícios com o LEAN na CCIH/CAISM. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 7, p. e019116, 2019. DOI: 10.20396/sinteses.v0i7.11578. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/11578. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Eixo 1 - Administração e Gestão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)