Banner Portal
Possível ocorrência do fenômeno prozona em VDRL falso negativo
PDF

Como Citar

DE PAULA, Samuel Rodrigues; SILVA, Robson Pereira da; VOGT, Mariana; STOLF, Maria Cristina; PAVAN, Maria Helena Postal; CAPUTO, Beatriz Vieira; MOREIRA, Ricardo Pereira. Possível ocorrência do fenômeno prozona em VDRL falso negativo: relato de caso. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 7, p. e019279, 2019. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/11398. Acesso em: 12 abr. 2024.

Resumo

O aumento na incidência de sífilis é um grande problema de saúde pública, sendo decisivo o seu diagnóstico. Para isso, o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) utiliza teste rápido (TR) com praticidade e rapidez no resultado. Em casos de TR positivo, solicita-se um teste confirmatório (VDRL) - que identifica infecção ativa ou não, através da detecção titulada de anticorpos em diluições seriadas de soro: quanto mais diluído o reagente, maior é a concentração de anticorpos. Em infecções muito ativas (1% a 2% dos casos) pode ocorrer o fenômeno prozona, quando há desproporção entre a quantidade excessiva de antígenos no soro e de reagentes no teste, resultando em teste falso negativo. Este trabalho objetiva divulgar o fenômeno de prozona.

PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2019 Samuel Rodrigues de Paula, Robson Pereira da Silva, Mariana Vogt, Maria Cristina Stolf, Maria Helena Postal Pavan, Beatriz Vieira Caputo, Ricardo Pereira Moreira

Downloads

Não há dados estatísticos.