A visita de crianças às unidades de internação oncológica e sua inclusão na dinâmica do adoecimento

um relato de experiência

Autores

  • Ana Luiza Teixeira Universidade Estadual de Campinas
  • Camila Danielle Garcia Gonçalves Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i7.11381

Resumo

A internação hospitalar de um ente querido traz aspectos significativos na dinâmica psíquica dos familiares, principalmente quando envolve crianças. Abordar sobre o adoecimento e fantasias que o processo de adoecer traz consigo com os pequenos causa grande sofrimento, principalmente durante o processo de morte e morrer. Todavia, a literatura mostra que, quando a criança participa desse processo, há maior compreensão e diminuição de sofrimentos e fantasias que surgem ao longo do mesmo. Assim, é importante estimular e permitir a participação da criança nas várias etapas da doença, dentre elas a internação. O objetivo desse trabalho é relatar a avaliação e acompanhamento das visitas de crianças à unidade de internação oncológica do Hospital da Mulher Prof. Dr. José Aristodemo Pinotti – CAISM.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Luiza Teixeira , Universidade Estadual de Campinas

CAISM - Hosp.da Mulher Prof.Dr.José Aristodemo Pinotti-CAISM; DAAP - Diretoria da Divisão de Apoio a Assistência e Pesquisa; SEPSIC - Seção de Psicologia.

Camila Danielle Garcia Gonçalves, Universidade Estadual de Campinas

CAISM

Downloads

Publicado

2019-10-08

Como Citar

TEIXEIRA , A. L. .; GONÇALVES, C. D. G. A visita de crianças às unidades de internação oncológica e sua inclusão na dinâmica do adoecimento: um relato de experiência. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 7, p. e019264, 2019. DOI: 10.20396/sinteses.v0i7.11381. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/11381. Acesso em: 18 maio. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde, Sustentabilidade e Qualidade de Vida