Banner Portal
Prevenção de queda na enfermaria geral de adultos
PDF

Como Citar

RECCO, E. A. de C. .; GRACIANO , J. A.; TAVEIRA, S. C. F.; ZANCHETTA, F. C.; GALLETTI, M. F. Prevenção de queda na enfermaria geral de adultos: avaliação diária através escala de MORSE. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 7, p. e019100, 2019. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/11380. Acesso em: 4 out. 2023.

Resumo

O Ministério da Saúde (MS) define queda como sendo o"deslocamento não intencional do corpo para um nível inferior à posição inicial, provocado por circunstâncias multifatoriais, resultando ou não em dano" 1. Entre os danos físicos estão fraturas, sangramentos, hematomas subdurais e, inclusive, morte, bem como danos psicológicos e sociais, o que interfere na vida do indivíduo e de seus familiares2. Há diversos fatores de risco identificados na literatura capazes de predizer esse evento. Por esse motivo, queda não deve ser tratada como um mero acidente. Na identificação do risco de queda, escalas de avaliação são utilizadas e, entre elas, se tem a Escala de Morse3, devendo ser aplicadas de forma precoce e periódica durante a internação, bem como orientações para evitar tais ocorrências.

PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2019 Elenita Aparecida de Castro Recco, Joaquim Antonio Graciano , Silvia Cristina Faez Taveira, Flavia Cristina Zanchetta, Mariana F. Galletti

Downloads

Não há dados estatísticos.