Estratégias para redução do número de recoletas de amostras de exames laboratoriais em uma unidade de emergência referenciada (UER)

Autores

  • Michele de Freitas Neves Silva Universidade Estadual de Campinas
  • Valdecir Monteiro Jardim Universidade Estadual de Campinas
  • Ludimila de Melo Universidade Estadual de Campinas
  • Rita de Cássia Andrade Dantas Universidade Estadual de Campinas
  • Ronaldo Ferreira dos Santos Universidade Estadual de Campinas
  • Rafael Silva Marconato Universidade Estadual de Campinas
  • Eliete Boaventura Bargas Zeferino Universidade Estadual de Campinas
  • Cristina Cobra Azevedo Universidade Estadual de Campinas
  • Ronise Carala Sass Pozeti Universidade Estadual de Campinas
  • Márcio Jorge da Silva Universidade Estadual de Campinas
  • Emerson Salvador Sousa França Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i7.11250

Resumo

Na UER foram realizados 230.954 exames laboratoriais em 2017, cerca de 20 % dos realizados no HC. Para que os resultados dos exames sejam fidedignos, é necessário que todas as fases do processo, pré-analítica, analítica e pós-analítica, sejam desenvolvidas com qualidade, sendo que falhas no pré-analítico representam 70 % dos erros. Dentre os processos do pré-analítico destaca-se a coleta de amostras, que, se inadequada, gera necessidade de recoleta, causando atraso dos resultados dos exames e do início dos tratamentos, insatisfação do usuário e aumento do tempo de internação, além de retrabalho das equipes e aumento nos custos. Diante disso, os objetivos foram realizar uma análise situacional da UER relacionada à coleta de exames e elaborar estratégias para redução das recoletas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michele de Freitas Neves Silva, Universidade Estadual de Campinas

HC - Hospital de Clínicas; DENF - Departamento de Enfermagem; ATGA - Assistência Técnica Gestão Assistência.

Valdecir Monteiro Jardim, Universidade Estadual de Campinas

Unidade de Emergência Referenciada/ HC

Unidade de Emergência Referenciada/ HC.

Ludimila de Melo, Universidade Estadual de Campinas

Unidade de Emergência Referenciada/ HC.

Rita de Cássia Andrade Dantas, Universidade Estadual de Campinas

Unidade de Emergência Referenciada/ HC.

Ronaldo Ferreira dos Santos, Universidade Estadual de Campinas

Unidade de Emergência Referenciada/ HC.

Rafael Silva Marconato, Universidade Estadual de Campinas

Assessoria de Recursos Materiais/ HC.

Eliete Boaventura Bargas Zeferino, Universidade Estadual de Campinas

Departamento de Enfermagem/ HC.

Cristina Cobra Azevedo, Universidade Estadual de Campinas

Laboratório de Patologia Clínica/ HC.

Ronise Carala Sass Pozeti, Universidade Estadual de Campinas

Laboratório de Patologia Clínica/ Seção de Bioquímica/ HC.

Márcio Jorge da Silva, Universidade Estadual de Campinas

Laboratório de Patologia Clínica/ Seção de Bioquímica/ HC.

Emerson Salvador Sousa França, Universidade Estadual de Campinas

Laboratório de Patologia Clínica/ Seção de Bioquímica/ HC.

Downloads

Publicado

2019-10-08

Como Citar

SILVA, M. de F. N. .; JARDIM, V. M.; MELO, L. de; DANTAS, R. de C. A.; SANTOS, R. F. dos; MARCONATO, R. S.; ZEFERINO, E. B. B.; AZEVEDO, C. C.; POZETI, R. C. S.; SILVA, M. J. da; FRANÇA, E. S. S. Estratégias para redução do número de recoletas de amostras de exames laboratoriais em uma unidade de emergência referenciada (UER). Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 7, p. e019227, 2019. DOI: 10.20396/sinteses.v0i7.11250. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/11250. Acesso em: 3 jul. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde, Sustentabilidade e Qualidade de Vida