Cambuci, fruto nativo da mata atlântica com potencial de prevenção de doenças crônicas

determinação atividade antioxidante pelo método DPPH

Autores

  • Priscila Hoffmann Carvalho Universidade Estadual de Campinas
  • Fabíola Pisciotta de Oliveira Universidade Estadual de Campinas
  • Vania Battestin Wiendl Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i7.10166

Resumo

Doenças crônicas relacionadas à má alimentação vêm crescendo no mundo todo. A biodiversidade brasileira é rica em alimentos nutritivos e pode ser empregada em dietas com a finalidade de prevenir doenças buscando uma melhor qualidade de vida para a população. Neste trabalho, estudou-se as atividades antioxidantes (AA) do Cambuci, fruto da família Myrtaceae, espécie brasileira reportada na literatura, como um alimento rico em macronutrientes (WHITNEY, 2015). A principal motivação foi a ampliação do conhecimento sobre espécies nativas brasileiras da Mata Atlântica onde se encontra- se a espécie, com a finalidade de agregar valor econômico através do seu potencial nutritivo. Para a determinação das AA do Cambuci, construiu- se a curva de calibração pelo método DPPH.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscila Hoffmann Carvalho, Universidade Estadual de Campinas

FEA - Faculdade de Engenharia de Alimentos; DEA - Departamento de Engenharia de Alimentos; LGP - Laboratorios dos Grupos de Pesquisa

Fabíola Pisciotta de Oliveira, Universidade Estadual de Campinas

UFSP - Universidade Federal de São Paulo.

Vania Battestin Wiendl, Universidade Estadual de Campinas

UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina.

Downloads

Publicado

2019-09-24

Como Citar

CARVALHO, P. H. .; DE OLIVEIRA, F. P. .; WIENDL, V. B. . Cambuci, fruto nativo da mata atlântica com potencial de prevenção de doenças crônicas: determinação atividade antioxidante pelo método DPPH. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 7, p. e019148, 2019. DOI: 10.20396/sinteses.v0i7.10166. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/10166. Acesso em: 18 maio. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão