Reacciones religiosas al Covid-19 en América Latina

Autores/as

DOI:

https://doi.org/10.20396/csr.v22i00.14830

Palabras clave:

Covid-19, América Latina, Reacciones religiosas

Resumen

A pandemia da Covid-19 enquanto fenômeno global, mas com dimensões e efeitos locais, submeteu milhões de pessoas a mudanças em seu cotidiano e a incertezas provocadas por situações pouco ou nada controladas. O novo coronavírus, por seu alto grau de disseminação, impôs o distanciamento e o isolamento social como principais medidas de proteção, provocando as mais diversas reações locais. Em alguns casos, o agente da crise epidêmica coronavírus, suscitou diferentes manifestações de negacionismo, tanto por parte de pessoas quanto de governos, como os dos Estados Unidos e do Brasil. Esses últimos ainda insistem em relativizar a gravidade da doença, negligenciar a urgência de políticas públicas de prevenção e atendimento, além de estabelecer mecanismos ineficazes de dotação orçamentária e auxílio às populações mais vulneráveis da sociedade. Entretanto, essa não foi a tendência latino-americana, onde a maior parte dos países, diferentemente do Brasil, seguiu as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Biografía del autor/a

Brenda Carranza, Universidad Estatal de Campinas

PhD in Social Sciences from the State University of Campinas (UNICAMP). Collaborating professor at the State University of Campinas (UNICAMP). Researcher at the Laboratory of Anthropology of Religion - UNICAMP (LAR).

Isabel Cristina de Moura Carvalho, Universidad Federal de São Paulo

Doctor en Educación por la Universidad Federal de Rio Grande do Sul (UFRGS). Profesor invitado de la Universidad Federal de São Paulo (UNIFESP). Investigador del Laboratorio de Antropología de la Religión - UNICAMP (LAR).

Olívia Bandeira, Universidad Estatal de Campinas

Doctor en Antropología Cultural por la Universidad Federal de Río de Janeiro (UFRJ). Investigador del Intervozes - Coletivo Brasil de Comunicação Social, del Laboratorio de Antropología de la Religión de la Universidad Estadual de Campinas (LAR) y del Grupo de Investigación de Género, Religión y Política (GREPO) de la Pontificia Universidad Católica de São Paulo.

Publicado

2020-12-28

Cómo citar

Carranza, B., Carvalho, I. C. de M., & Bandeira, O. (2020). Reacciones religiosas al Covid-19 en América Latina. Ciencias Sociales Y Religión/Ciências Sociais E Religião, 22(00), e020036. https://doi.org/10.20396/csr.v22i00.14830

Número

Sección

Reseñas