Gênero e religião

um olhar sobre a pesquisa atual

  • Alesca Prado de Oliveira Universidade Federal de Uberlândia
  • Alessandro Gomes Enoque Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
Palavras-chave: Religião, Gênero, Qualis/Capes, Revisão de escopo

Resumo

O objetivo do presente trabalho consiste em apresentar uma revisão de escopo da literatura disponível sobre a interseção dos estudos que abordam gênero e religião. A partir da técnica de revisão de escopo, foi realizada uma seleção da produção científica publicada em periódicos avaliados pelo sistema Qualis/CAPES. Foram levantados, assim, 33 artigos que abordavam a temática, os quais foram categorizados pelo seu periódico de origem, área temática pesquisada, metodologia e autoria. A partir da leitura, pudemos verificar as diferentes abordagens e técnicas metodológicas no sentido de compreender as diversas relações produzidas entre as concepções de gênero e religião. As multiplicidades de temáticas encontradas apresentam a possibilidade de crescimento e aprofundamento deste campo teórico.

Biografia do Autor

Alesca Prado de Oliveira, Universidade Federal de Uberlândia

Mestra em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Alessandro Gomes Enoque, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Professor Associado da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Doutor em Sociologia e Política pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Referências

ALENCAR, Gedeon Freire de; FAJARDO, Maxwell Pinheiro. Pentecostalismos: Uma Superação da Discriminação Racial, de Classe e de Gênero? Estudos de Religião, São Paulo, no 2, p. 95-112, 2016.

ALGRANTI, Joaquín M. Tres posiciones de la mujer cristiana: Estudio sobre las relaciones de género en la narrativa maestra del pentecostalismo. Ciências Sociais e Religião, Porto Alegre, no 9, p.165-193, 2007.

BANDINI, Claudirene. Corpos, Símbolos e Poder: marcadores de desigualdades sociais no espaço religioso. REVER - Revista de Estudos da Religião, São Paulo, no 2, p. 71-86, 2005.

BANDINI, Claudirene. Gênero e poder na Igreja Universal do Reino De Deus. Horizonte, Belo Horizonte, p. 1410-1426, 2015.

BANDINI, Claudirene. Relações de gênero na Assembleia de Deus: uma análise de trajetória feminina. Ciências da Religião - História e Sociedade, São Paulo, no 2, p.109-133, 2015.

BUSIN, Valéria Melki. Religião, sexualidades e gênero. REVER - Revista de Estudos da Religião, São Paulo, no 1: p. 105-124, 2011.

BUTTELLI, Felipe Gustavo Koch. Ritos e igualdade de gênero: uma análise da potencialidade de construção de (des)igualdade de gênero nos ritos. Horizonte, Belo Horizonte, no 12, p.127-143, 2008.

CANDIOTTO, Jaci de Fátima Souza. A Teologia da Criação na Perspectiva das Relações de Gênero”. Estudos de Religião, São Paulo, no 39, p. 214-234, 2010.

CORDOVIL, Daniela. Sexualidade, gênero e poder: uma análise da participação feminina em políticas públicas para afrorreligiosos em Belém, Pará. PLURA - Revista de Estudos de Religião, Juiz de Fora, no 2, p. 149-163, 2013.

COSTA, Patrícia Garcia. A REPRESENTAÇÃO DO FEMININO NA MÍDIA PENTECOSTAL: Uma análise de discurso do quadro abrindo o coração. Revista Relegens
Thréskeia, Curitiba, no 1, p. 55-79, 2014.

COSTA, Renata Gomes da; MADEIRA, Maria Zelma de Araújo; SILVEIRA, Clara Maria Holanda. RELAÇÕES DE GÊNERO E PODER: tecendo caminhos para a desconstrução da subordinação feminina. 17o Encontro Nacional da Rede Feminista e Norte e Nordeste de Estudos e Pesquisa sobre a Mulher e Relações de Gênero, p. 222-240, 2012.

FERNANDES, Sílvia Regina Alves. Novas comunidades religiosas e o feminino – mudanças em curso e retradicionalização. REVER - Revista de Estudos da Religião, São
Paulo, no 2, p. 136-161, 2014.

FONSECA, Maria Elizabete Melo. RELIGIÃO, MULHER, SEXO E SEXUALIDADE: Que discurso é esse? Paralellus, Recife, no 4, p. 213-226, 2013.

FREIRE, Ana Ester Pádua. Epistemologia feminista: contribuições para o estudo do fenômeno religioso. Paralellus, Recife, no 13, p. 377-390, 2015.

GONZÁLEZ GARCIA, Martina M. E. Trajetórias e passagens na vida religiosa feminina. REVER - Revista de Estudos da Religião, São Paulo, no 2, p. 116-135, 2014.

GOUVÊA NETO, Ana Luíza. Mulheres na Assembleia de Deus: para se pensar a categoria gênero além do estruturalismo. Numen: Revista de estudos e pesquisa da religião, Juiz de Fora, no 2, p. 89-106, 2016.

WEISS DE JESUS, Fátima. A Cruz e o Arco-Íris: Refletindo sobre Gênero e Sexualidade a partir de uma “Igreja Inclusiva” no Brasil. Ciências Sociais e Religião, Porto Alegre, no 12, p. 131-146, 2010.

LOPES, Mercedes. Gênero e Discurso Religioso. Revista Relegens Thréskeia, Curitiba, no 2, p. 60-70, 2013.

LÓPEZ, Maricel Mena. Teología, Espiritualidad y Reivindicaciones de Género: Hacia la Recuperación de la Dimensión Antropológica de la Espiritualidad”. Estudos de Religião, São Paulo, no 1, p.68-86, 2013.

MACHADO, Maria das Dores Campos. SOS MULHER: A IDENTIDADE FEMININA NA MÍDIA PENTECOSTAL. Ciências Sociais e Religião, Porto Alegre, no 1, p. 167-188,
1999.

MACHADO, Maria das Dores Campos; FIGUEIREDO, Fabiana Melo de. Gênero, Religião e Política: As Evangélicas nas Disputas Eleitorais da Cidade do Rio De Janeiro.
Ciências Sociais e Religião. Porto Alegre, no 4, p. 125-148, 2002.

MAFRA, Clara. O percurso de vida que faz o gênero: reflexões antropológicas a partir de etnografias desenvolvidas com pentecostais no Brasil e em Moçambique. Religião & Sociedade, Rio de Janeiro, no 2, p. 124-148, 2012.

MARCOS, Sylvia. Religión y Genero: Contribuciones a Su Estudio en América Latina Introducción al Volumen Religión y Género. Estudos de Religião, São Paulo, no 32, p. 34-59, 2007.

MUSSKOPF, André S. Haverá “gênero” e “religião”? ou Enquanto houver burguesia não vai haver poesia. Revista Relegens Thréskeia. Curitiba, no 2, p.10-25, 2013.

NATIVIDADE, Marcelo Tavares. Cantar e dançar para Jesus: sexualidade, gênero e religião nas igrejas inclusivas pentecostais. Religião & Sociedade, Rio de Janeiro, no 1, p.15-33, 2017.

REIMER, Ivoni Richter; SOUZA, Carolina Bezerra de. As mulheres: modelo de seguimento no movimento de Jesus e na Igreja. Revista de Teologia e Ciências da
Religião, Recife, no 1, p. 207-216, 2012.

RIBEIRO, Lúcia. Nos Meandros da Caminhada: A Questão de Gênero nas Comunidades Eclesiais de Base (CEBs). Ciências Sociais e Religião, Porto Alegre, no 5, p. 225-242, 2003.

ROESE, Anete. Religião e feminismo descolonial: os protagonismos e os novos agenciamentos religiosos das mulheres no século XXI. Horizonte, Belo Horizonte, no 39, p. 1534-1558, 2015.

ROSADO NUNES, Maria José. Gênero e Religião. Estudos Feministas, Florianópolis, v. 3 no 12, p. 363-365, 2005.

ROSADO NUNES, Maria José. Feminismo, Gênero e Religião – Os desafios de um encontro possível. Estudos de Religião, São Paulo, v. 31, no 2, p. 1237-1260, 2015.

SCAVONE, Lucila. Religiões, Gênero e Feminismo. REVER – Revista de Estudos da Religião. São Paulo, p. 1-8, 2008.

SCOTT, Joan. Gênero: Uma Categoria Útil para a Análise Histórica. Educação & Realidade, Porto Alegre, no 2, p. 5-22, 1990.

SOUZA, Carolina Bezerra de. Mulheres, religião e mudança social: uma aproximação ao tema no ambiente da ditadura militar no Brasil. PLURA - Revista de Estudos de Religião, Juiz de Fora, p. 22-40, 2015.

SOUZA, Sandra Duarte de. Trânsito religioso e reinvenções femininas do sagrado na modernidade. Horizonte, Belo Horizonte, no 9, p. 21-29, 2006.

SOUZA, Sueli Ribeiro Mota. Experiências de Mulher – Técnicas de si no Pentecostalismo. Paralellus, Recife, no 12, p. 159-174, 2015.

TEIXEIRA, Jacqueline Moraes. Mídia e performances de gênero na Igreja Universal: O desafio Godllywood. Religião & Sociedade, Rio de Janeiro, no 2, p.232-256, 2014.

VELOZO, Maristela Ferreira Silva. A mulher fazendo teologia. Paralellus, Recife, n 1, p. 115-132, 2010.
Publicado
2020-03-09
Como Citar
Prado de Oliveira, A., & Gomes Enoque, A. (2020). Gênero e religião: um olhar sobre a pesquisa atual. Ciencias Sociales Y Religión/Ciências Sociais E Religião, 22, e020005. Recuperado de https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/csr/article/view/13321