40 años de RCC

un balance societario

Autores/as

  • Brenda Carranza Pontifícia Universidade Católica de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-2650.6915

Palabras clave:

Medios de comunicación, Renovación Carismática, Pentecostalismo, Catolicismo

Resumen

El marco histórico de referencia de la Renovación Carismática Católica (RCC) se constituye al final de la década de los 60, siendo los Estados Unidos el epítome de irradiación del Movimiento que, en menos de una década, acabaría por diseminarse alrededor del mundo. El entusiasmo de los sacerdotes jesuitas motivó que trajeran a Brasil la nueva experiencia religiosa, derramando, inmediatamente sobre la geografía eclesial, millares de grupos de oración. A esas pequeñas células fervorosas se agregan complejas estructuras organizadas, emergen nuevas expresiones de vivencia comunitaria y consagración religiosa, se consolidan iniciativas relacionadas a los Medios de Comunicación Social. La rápida ascensión de la RCC latinoamericana se da durante los tiempos de avance pentecostal protestante y bajo la mirada complaciente de algunos sectores episcopales. En ese intuito de consolidación cultural e institucional, este texto se propone retomar los mecanismos societarios que la RCC desarrolló para insertarse dentro de la sociedad y la Iglesia de Brasil; analizar los enfoques teóricos de la que ha sido objeto y, finalmente, hacer un balance del impacto que el Movimiento ha tenido de las últimas transformaciones en el campo religioso.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Biografía del autor/a

Brenda Carranza, Pontifícia Universidade Católica de Campinas

Doctora en Ciências Socias pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professora-pesquisadora invitada por el Centro de Ciências Humanas de la Pontífica Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). 

Citas

ANTONIAZZI, Alberto. Por que o panorama religioso no Brasil mudou tanto? São Paulo: Paulus, 2004.

ANTONIAZZI, Alberto. A igreja católica face à expansão do pentecostalismo (prá começo de conversa). In: ANTONIAZZI, Alberto (Org.). Nem anjos nem demônios: interpretações sociológicas do pentecostalismo. Petrópolis-RJ: Vozes, 1994.

ANTONIAZZI, Alberto. O Catolicismo no Brasil. Cadernos do ISER (Sinais dos Tempos: Tradições Religiosas no Brasil), no22, Rio de Janeiro, ISER, 1989, p.13-35.

BENEDETTI, Luiz Roberto. Templo, praça, coração: a articulação do campo religioso católico. SP: Humanitas, Publicações do FFLCH/USP – CER, 2000.

BENEDETTI, Luiz Roberto. O Novo Clero: arcaico ou moderno? In: Revista Eclesiástica Brasileira (REB). Petrópolis: Vozes, Fasc. 233. p.88-126. mar. 1999.

BENEDETTI, Luiz Roberto. As CEB ́s, a política e a religião: o impasse entre o religioso e o político nas CEB ́s. Perspectiva Teológica, Belo Horizonte, n.58. p. 351-362, set/outubro 1990.

BERGER, Peter; LUCKMANN, Thomas. Modernidade, pluralismo e crise de sentido: a orientação do homem moderno. Petrópolis: Vozes, 2004.

BITTENCOURT FILHO, José. Pentecostalismo: uma terapia religiosa. Tempo e Presença, Rio de Janeiro, ano 8, p. 21-22, nov.1987.

CADERNOS CERIS. Pentecostalismo, Renovação Carismática e Comunidades Eclesiais de Base: uma análise comparada. Vol. 2. São Paulo: Loyola, 2001.

CAMURÇA, Marcelo. Um tradicionalismo na linguagem virtual? O catolicismo carismático-midiático. XXXI REUNIÃO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM CIÊNCIAS SOCIAIS –ANPOCS, outubro 2007, Caxambú, MG, Brasil. Caderno de Resumos, São Paulo, ST 19.

CAMURÇA, Marcelo. Renovação Carismática: entre a tradição e a modernidade. Revista de Filosofia e Teologia do Instituto Teológico Arquidiocesano Santo Antonio: RHEMA, Juiz de Fora, MG, Brasil. n. 25. Vol. 07. 2001, p.45-58.

CARRANZA, Brenda. Catolicismo Midiático. In: TEIXEIRA, Faustino & MENEZES, Renata (Org.). As religiões no Brasil: continuidades e rupturas. Petrópolis: Vozes, 2006.

CARRANZA, Brenda. Movimentos do catolicismo brasileiro: cultura, mídia, instituição. 2005. Tese (Doutorado em Ciências Sociais), IFCH/UNICAMP, Campinas, SP, Brasil, 2005a.

CARRANZA, Brenda. Lógicas e Desafios do Contexto Religioso Contemporâneo. Revista Eclesiástica Brasileira. Fasc. 257, p. 46-63, jan. 2005b.

CARRANZA, Brenda. Renovação Carismática Católica: origens, mudanças e tendências. Aparecida: Santuário, 2000.

CERIS. Perfil do Presbitério brasileiro. Relatório de Pesquisa. Vol. 1 e Vol. 2. Centro de Estatística Religiosa e Investigações Sociais. Rio de Janeiro, nov. 2003, p.600.

CÉSAR, Waldo. Sobrevivência e transcendência, vida cotidiana e religiosidade no pentecostalismo. Sociedade e Religião, Rio de Janeiro, v. 16, n.1/2, p.46-59, nov. 1992.

DAMACENA, Andréa Martins. Experiências Religiosas: um estudo sobre mística e autonomia nos discursos e práticas religiosas dos católicos e carismáticos. Tese (Doutorado em Ciências Sociais). PPCS/UERJ, Rio de Janeiro, Brasil, 2004.

DEBORD, Guy. A Sociedade do Espetáculo: comentários sobre a sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

DELLA CAVA, Ralph; MONTERO, Paula. E o Verbo se Faz Imagem: Igreja Católica e os Meios de Comunicação no Brasil, 1962-1989. Petrópolis: Vozes, 1991.

FRESTON, Paul. Evangélicos na política brasileira. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 16, n. 1/2, p. 26-44, nov. 1992.

GUERRA, Lemuel D. Competição, demanda e a dinâmica da esfera da religião no Nordeste do Brasil. Tese (Doutorado em Sociologia) PPGS/UFPE, Recife, Brasil, 2000.

GUTWIRTH, Jaques. Igreja eletrônica e pentecostalismo autóctone. In: TEXEIRA, Sérgio Alves, ORO, Ari Pedro (Org.). Brasil & França: Ensaios de Antropologia Social. Porto Alegre: Editora UFRGS, 1992 p. 103-117.

HALL, Stuart. Codage/Décodage. Paris: Réseaux Reader CNET, 1997.

HERVIEU-LÉGER, Daniele. Catholicisme, la fin d’un monde. Paris: Bayard, 2003.

HERVIEU-LÉGER, Daniele; CHAMPION, Françoise (Org.). De L’Émotion en Religión: Renoveaux et tradition. Paris: Éditions du Centurion, 1990.

HERVIEU-LÉGER, Daniele; CHAMPION, Françoise. Vers un nouveau christianisme? Introduction à la sociologie du christianisme occidental. Paris: Éditions du Cerf, 1986.

LESBAUPIN, Ivo, et al. As CEBs hoje. Rio de Janeiro: ISER Assessoria & CEBI, 2004.

MACHADO, Maria das Dores. Carismáticos e Pentecostais: adesão religiosa na esfera familiar. Campinas: Editora Autores Associados & ANPOCS, 1996.

MACHADO, Maria das Dores; MARIZ, Cecília. Mulheres e Pratica Religiosa nas Classes Populares: uma comparação entre as igrejas Pentecostais, as Comunidades Eclesiais de Base e os grupos carismáticos. Revista Brasileira de Ciências Sociais. Vol.12. n. 34, Junho 1997, p. 123-143.

MANNHEIM, Karl. O significado do conservantismo. In: FORACCHI, Marialice M. (Org.). Sociologia de Mannheim. São Paulo: Ática, 1982, p, 43-123.

MARIANO, Ricardo. Os neopentecostais e a Teologia da Prosperidade. Dissertação (Mestrado em Sociologia) PPGS/USP, 1995.

MARIZ, Cecília. Comunidades de Vida no Espírito Santo: um novo modelo de família? In DUAERTE (Org.). Família e Religião, Rio de Janeiro: Contra Capa. 2006. p. 263-285.

MARIZ, Cecília. A Renovação Carismática Católica no Brasil: uma revisão da bibliografia. In: RODRIGUES, Donizete (Org.). Em Nome de Deus: A Religião na Sociedade Contemporânea. Porto: Edições Afrontamento, 2004, p. 169-183.

MATTELART, Armand; MATTELART, Michéle. História das teorias da comunicação. São Paulo: Loyola, 1999.

MAUÉS, Heraldo. Algumas técnicas corporais na renovação carismática católica. Ciencias Sociales y Religión/ Ciências Sociais e Religião. Vol. 2, 2000, p.119-151.

MIRANDA, Júlia. Horizontes de Bruma: os limites questionados do religioso e do político. São Paulo: Maltesse, 1995.

OLIVEIRA, Eliane Martins. 'O mergulho no Espírito de Deus': diálogos (im)possíveis entre a Renovação Carismática Católica (RCC) e a Nova Era na Comunidade de Vida no Espírito Canção Nova. Dissertação (Mestrado em Ciência Sociais). PPGCS/UERJ, 2003.

OLIVEIRA, Pedro Ribeiro (org). Renovação carismática católica: uma análise sociológica interpretações teológicas. Petrópolis, RJ: Vozes/INP/CERIS. 1978.

ORO, Ari Pedro. Avanço Pentecostal e Reação Católica. Petrópolis: Vozes, 1996.

ORO, Ari Pedro. O discurso dos pregadores eletrônicos. In: Cadernos de Antropologia, Porto Alegre, n.2, p. 23-38, 1991.

PAULO VI. Discurso às lideranças da Renovação Carismática Católica, 1975,

PIERUCCI, Antônio Flávio. Encruzilhada da Fé. Folha de São Paulo, São Paulo, 19.maio.2002, Mais! p. 4-7.

PIERUCCI, Antônio Flávio. Perto da Magia, longe da política. Derivações do encantamento no mundo desencantado. Novos Estudos do CEBRAP, São Paulo, n. 34. p. 81-91, 1992.

PRANDI, Reginaldo. O sopro do Espírito. São Paulo: Hucitec, 1997.

PRANDI, Reginaldo; PIERUCCI, Flávio. A realidade social das religiões no Brasil. São Paulo: Hucitec, 1996.

ROLIM, Francisco Cartaxo. Dicotomias Religiosas, ensaio de sociologia da religião. Petrópolis: Vozes, 1997.

ROLIM, Francisco Cartaxo. Pentecostais no Brasil. Petrópolis:Vozes, 1985.

ROLIM, Francisco Cartaxo. Comunidades Eclesiais de Base: notas preliminares de uma pesquisa. In: Cadernos do ISER, Rio de Janeiro, n.8, p. 56-63, abr.1979.

SANCHIS, Pierre. O campo religioso contemporâneo no Brasil. In: ORO, Ari; STEIL, Carlos A. (Orgs.). Globalização e Religião. Petrópolis: Vozes, 1997. p.103-115.

SILVEIRA. Emerson J. Sena. “O ‘Pop’ no espírito. Festa, consumo e artifício no movimento carismático/ pentecostal”. In: PEREIRA, Mabel Salgado & CAMURÇA, Marcelo Ayres (Orgs.). Festa e Religião: imaginário e sociedade em Minas Gerais. Juiz de Fora, MG: Templo Editora, 2003, p.137-158.

SIMMEL, George. El problema religioso. Buenos Aires: Prometeo Libros, 2005.

SOUZA, André Ricardo. Padres Cantores, Missas Dançantes: A opção da Igreja Católica pelo espetáculo com mídia e marketing. Dissertação (Mestrado em socio- logia) PPGCS/USP, São Paulo, 2001.

SOUZA, Maurício. A Igreja em Movimento: um estudo sobre a realidade religiosa em Belém, Pará. Dissertação (Mestrado em Antropologia) PPGCS/UFP, Pará, 2002.

STEIL. Carlos. Peregrinação e Turismo: o Natal em Gramado e Canela”. In: XXII REUNIÃO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUÇAÕ E PESQUISA EM CIÊNCIAS SOCIAIS – ANPOCS, Caxambu, MG, outubro, 1998, Resumos GT16, Religião e Sociedade, p. 29.

TARNAS, Richard. A Epopéia do Pensamento Ocidental: Para compreender as idéias que moldaram nossa visão de mundo (7. ed). Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005.

TEIXEIRA, Faustino Luiz Couto. As CEB ́s como criação evangelizadora. In: PAIVA, Vanilda (Org.). Catolicismo, Educação e Ciência. São Paulo: Loyola, 1991, p. 227-235.

Descargas

Publicado

2008-12-01

Cómo citar

Carranza, B. (2008). 40 años de RCC: un balance societario. Ciencias Sociales Y Religión/Ciências Sociais E Religião, 10(10), 85–116. https://doi.org/10.22456/1982-2650.6915

Número

Sección

Artículos