A problemática do ser, do não-ser e do devir no Sofista e no Timeu de Platão
PDF

Palavras-chave

Platão
Heráclito
Parmênides
Devir
Ser

Como Citar

ALVES, Thiago Staibano. A problemática do ser, do não-ser e do devir no Sofista e no Timeu de Platão: e suas origens na filosofia pré-socrática. Revista de Estudos Filosóficos e Históricos da Antiguidade, Campinas, SP, v. 41, n. 00, p. e024002, 2024. DOI: 10.53000/cpa.v41i00.18706. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/cpa/article/view/18706. Acesso em: 18 jul. 2024.

Resumo

Este artigo realiza um estudo de como a problemática do Ser, o Não-ser e o devir foi abordada na obra Platônica (especificadamente no Sofista e no Timeu), e em como a herança de pensadores como Heráclito e Parmênides se fizeram sentir nos rumos e soluções que Platão deu a esta questão. Conclui-se que há uma certa tentativa de harmonização, ora dando razão a teoria do devir de Heráclito e ora dando-se razão à teoria da impossibilidade do Não-ser (mesmo que reinterpretada) e da imobilidade do Ser de Parmênides. Por fim, percebe-se que no Timeu houve a necessidade da apresentação explícita de dois mundos para que o Ser, o Não-Ser e o devir pudessem coexistir, enquanto que no Sofista a separação do mundo não é citada como condição à existência destas categorias em um único e mesmo campo da realidade.

https://doi.org/10.53000/cpa.v41i00.18706
PDF

Referências

ARISTÓTELES. Metafísica: Ensaio introdutório, texto grego com tradução e comentário de Gioovanni Reale. Vol. 2. Trad. Marcelo Perine. 5.ed. São Paulo: Edições Loyola, 2015.

ARISTÓTELES. Meteorologia. In: PESSANHA, J.A.M. Os Pré-Socráticos: Fragmentos, Doxografia e Comentários.1.ed. São Paulo: Editora Nova Cultural, 1996.

BINI, E. Apresentação. In: PLATÃO. Diálogos I: Teeteto (ou Do Conhecimento), Sofista (ou Do Ser),Protágoras (ou Sofistas). Trad. Edison Bini. 1. ed. São Paulo: Edipro, 2007.

BINI, E. Introdução:O Movimento Sofista. In: PLATÃO. Diálogos I: Teeteto (ou Do Conhecimento), Sofista (ou Do Ser),Protágoras (ou Sofistas). Trad. Edison Bini. 1. ed. São Paulo: Edipro, 2007b.

CLEMENTE DE ALEXANDRIA. Tapeçarias. In: PESSANHA, J.A.M. Os Pré-Socráticos: Fragmentos, Doxografia e Comentários.1.ed. São Paulo: Editora Nova Cultural, 1996.

HEGEL, G.W.F. Preleções sobre a História da Filosofia. In: PESSANHA, J.A.M. Os Pré-Socráticos: Fragmentos, Doxografia e Comentários.1.ed. São Paulo: Editora Nova Cultural, 1996.

HIPÓLITO. Refutação. In: PESSANHA, J.A.M. Os Pré-Socráticos: Fragmentos, Doxografia e Comentários.1.ed. São Paulo: Editora Nova Cultural, 1996.

NIETZSCHE, F. A Filosofia na Época Trágica dos Gregos. In: PESSANHA, J.A.M. Os Pré-Socráticos: Fragmentos, Doxografia e Comentários.1.ed. São Paulo: Editora Nova Cultural, 1996.

PLATÃO. Diálogos I: Teeteto (ou Do Conhecimento), Sofista (ou Do Ser),Protágoras (ou Sofistas). Trad. Edison Bini. 1. ed. São Paulo: Edipro, 2007.

PLATÃO. Tímeu-Crítias. Trad. Rodolfo Lopes. 1. ed. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2011.

REALE, G. História da Filosofia grega e romana. Vol. 1. Trad. Marcelo Perine. 2. ed. São Paulo: Edições Loyola, 2012.

REALE, G. História da Filosofia grega e romana. Vol. 3. Trad. Marcelo Perine. 2. ed. São Paulo: Edições Loyola, 2014.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2024 Revista de Estudos Filosóficos e Históricos da Antiguidade

Downloads

Não há dados estatísticos.