Representações e Conceitos das Éticas do poder na República Romana
PDF

Palavras-chave

Ordens sociais na Antiguidade
República Romana
História Social

Como Citar

VICENTE, Lucas Guimarães; DA SILVA, Eliton Almeida. Representações e Conceitos das Éticas do poder na República Romana. Revista de Estudos Filosóficos e Históricos da Antiguidade, Campinas, SP, v. 18, n. 27, p. 123–154, 2022. DOI: 10.53000/cpa.v18i27.1658. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/cpa/article/view/17242. Acesso em: 21 abr. 2024.

Resumo

Nos ecos das indicações de Finleyno clássico “Política no Mundo Antigo”, tentaremos prosseguir, para observarmos um mundo político na Republica Romana mais amplo do que as generalizações do choque de Classes, entre Patrícios e Plebeus. Buscando por meio da história de Conceitos teorizado por Koseleck, compreender as estruturas sócio-políticas da República romana, segundo seus aparelhos mentais, como diria Chartier. (E) (Para) Então entenderemos as suas representações e conceitos das éticas do poder. Para isso analisaremos as obras clássicas, como Cícero, Políbio e as propagandas, registradas em Pompeia e epitáfios romanos.

https://doi.org/10.53000/cpa.v18i27.1658
PDF

Referências

CHARTIER, Roger. A Beira da Falésia: A História entre certezas e inquietude. Porto Alegre; Editora Universidade/UFRGS, 2002.

CÍCERO, Marco Túlio. Da República. Tradução Amador Cisneiros. 5ed. Rio de Janeiro: Ediouro, 1985.

FUNARI, Pedro Paulo. Cidadania entre os romanos. In: PINSKY, Jaime, PINSKY, Carla Bassanezi (org). História da Cidadania. 2.ed. São Paulo; Contexto, 2003.

FUNARI, Pedro Paulo, Pedro Paulo A. Roma: Vida Pública e Privada. Col. História Geral dos Documentos. 10 ed. São Paulo; Atual, 2000.

FINLEY, Moses. Política no Mundo Antigo. Lisboa, Edições 70, 1997.

GUARINELLO, Nobert Luiz e Joly, Fábio Duarte. Ética e ambiguidade no Principado de Nero. In: BENOIT, Hector e FUNARI, Pedro Paulo A. Ética e Poder no Mundo Antigo. Campinas, São Paulo: UNICAMP, IFCH, 2001.

GUARINELLO, Nobert Luiz e Joly, Fábio Duarte, Norberto Luiz. Cidade-estado na Antiguidade Clássica. In: PINSKY, Jaime.

GUIZBURG, C. O Fio e Os Rastros: Verdadeiro, falso, fictício. São Paulo; Companhia das Letras, 2007.

PINSKY, Carla Bassanezi (org). História da Cidadania. 2.ed. São Paulo; Contexto, 2003.

KOSELECK, R. Futuro do Passado: Contribuição à semântica dos tempos históricos. São Paulo; Contraponto, 2006.

POLÍBIO. “Historia”. Tradução de Mário da Gama Kury Brasília: Ed. da UnB, 1985. Livro VI.

VEYNE, Paul M. Como se escreve a Historia; Foucault revoluciona a história. Brasília; Editora Universidade de Brasília. 1982.

VEYNE, Paul M. História da Vida Privada. Vol. 1: do Império Romano ao ano mil. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

VERNANT, Jean Pierre. Origens do Pensamento Grego. Rio de Janeiro; Difel, 2002.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Downloads

Não há dados estatísticos.