Percepção e discurso no Teeteto
PDF

Palavras-chave

Percepção
Discurso
Complexidade

Como Citar

SOUZA, Eliane Christina. Percepção e discurso no Teeteto. Revista de Estudos Filosóficos e Históricos da Antiguidade, Campinas, SP, v. 18, n. 27, p. 69–86, 2022. DOI: 10.53000/cpa.v18i27.1481. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/cpa/article/view/17238. Acesso em: 21 abr. 2024.

Resumo

No Teeteto, Platão recusa a teoria da percepção de Protágoras, segundo a qual os objetos da percepção são blocos perceptivos instantâneos, e a nomeação é o único lógos possível sobre eles. Em sua crítica a essa teoria, Platão propõe que, na percepção, há elementos irredutíveis à apreensão de dados sensoriais. A percepção e os lógoi sobre percepção são produzidos pela alma. Proponho examinar a teoria da percepção de Protágoras, apresentada por Platão, como fundada em um tipo de atomismo lógico-ontológico, e a crítica de Platão ao atomismo lógico-ontológico presente no argumento dos comuns em 184b-186e.

https://doi.org/10.53000/cpa.v18i27.1481
PDF

Referências

BOSTOCK, D. Plato’s Theaetetus. Oxford: Oxford University Press,1988.

COOPER, J. M. Plato on Sense-Perception and Knowledge. Phronesis, Vol. 15, No. 2 (1970), pp. 123-146.

DIOGENES LAERCIO. Vie, doctrines et sentences des philosophes illustres. Tradução de Robert Genaille. Paris: Garnier, s/d.

DUPRÉEL, E. Les sophistes. Neuchatel: Éditions du Griffon, 1948.

KERFERD, G.B. The sophistic movement. Cambridge: Cambridge University Press, 1986.

MODRAK, D. K. Perception and Judgement in the ‘Theaetetus’, Phronesis, 26 (1981) pp.35-54.

PARMÊNIDES. Da natureza. Tradução e comentários de J. G. T. Santos. Brasília: Thesaurus, 2000.

PLATÃO. Teeteto. Tradução de Adriana Manuela Nogueira. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2005.

PLATÃO. Theaetetus. Sophist. Tradução de H. N. Fowler. Cambridge-London: Loeb Classical Library, 1996.

ROBINSON, R. Forms and Error in Plato’s Theaetetus. The Philosophical Review, Vol. 59, No. 1 (Jan., 1950), pp. 3-30.

ROMEYER-DHERBEY, G. Os sofistas. Tradução de João Amado. São Paulo, 1986.

SEXTO EMPÍRICO. Against the Logicians. Tradução de R. G. Bury. Cambridge: Loeb Classical Library, 1983.

SILVERMAN, A. Plato on Perception and “Commons”. The Classical Quarterly,New Series, Vol. 40, No. 1. (1990), pp. 148-175.

SOUZA, E. C. Discurso e Ontologia em Platão - Um Estudo Sobre o Sofista.Ijuí: Editora da Unujuí, 2009.

UNTERSTEIRNER, M. I sofisti. Milão: Bruno Mondadori, 1996.

WOLFF, F. Filosofia grega e democracia. Discurso no 14, 1983.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Downloads

Não há dados estatísticos.