Antiguidade em contexto

os usos do passado e suas intencionalidades

Autores

  • Douglas Cerdeira Bonfá Universidade Estadual de Campinas
  • Karolini Batzakas de Souza Matos Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.53000/cpa.v27i37/38.4676

Palavras-chave:

Usos do passado, Antiguidade clássica, História antiga

Resumo

Pensar o mundo antigo com olhos do presente sempre foi um desafio ao historiador. Por vezes, os antigos foram interpretados de modo arbitrário, usando-os como instrumento para confirmação e justificativa de um poder vigente. A antiguidade foi utilizada de maneira a exaltar governos tirânicos e autoritários. Nessa perspectiva, o presente artigo tem a intenção de pensar as análises teóricas propostas para o mundo antigo a partir da metodologia dos “Usos do passado”. A utilização do passado, posta como um problema de interpretação mensurada por uma disputa de poder, é aqui evidenciada e questionada. A partir das leituras sobre a antiguidade e do uso que dela é feita, nos posicionamos em favor de uma releitura do mundo antigo que busque repensar aspectos marginalizados e relativizar os discursos universais sobre os indivíduos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Douglas Cerdeira Bonfá, Universidade Estadual de Campinas

Doutorando em História Cultural na Universidade Estadual de Campinas.

Karolini Batzakas de Souza Matos, Universidade Estadual de Campinas

Doutoranda em História Cultural pela Universidade Estadual de Campinas.

Downloads

Publicado

2022-05-17

Como Citar

Bonfá, D. C., & Matos, K. B. de S. (2022). Antiguidade em contexto: os usos do passado e suas intencionalidades. Revista De Estudos Filosóficos E Históricos Da Antiguidade, 27(37/38), 94–109. https://doi.org/10.53000/cpa.v27i37/38.4676