A batalha da china contra a pobreza rural

trajetórias da erradicação da extrema pobreza e fome

Autores

  • Monalisa Nascimento Universidade Estadual Paulista

Palavras-chave:

China, Extrema pobreza, Pobreza rural, Desenvolvimento rural

Resumo

O ano de 2020 registrou o aumento da pobreza global. Na contramão da economia mundial, a China anunciou, no final de 2020, a erradicação da extrema pobreza em seu território. Se somados aos 600 milhões das décadas de 1990 e 2000, a China contabiliza um feito significativo ao retirar um contingente equivalente a 3 vezes a população brasileira da situação de extrema pobreza. Ao longo de aproximadamente 40 anos, quatro governos mantiveram o propósito de eliminar a fome que assolou a população durante vários momentos da história recente chinesa. Trata-se de um contrato entre o Partido Comunista Chinês (PCCh) e o povo chinês: não permitir que a população chinesa volte a enfrentar as dores da fome como no passado. Os esforços chineses, que se iniciaram nos anos 1980, resultaram na redução de 75% da pobreza global. À época, a incidência de pobreza nas áreas rurais chinesas chegava a 90% da população local segundo o Banco Mundial. A trajetória não foi fácil. A partir de 2005, os planos de redução da pobreza rural concentraram-se na qualidade de vida através de políticas de bem-estar e na redução da enorme disparidade entre o rural e o urbano. Entender os passos e os caminhos traçados pelo Partido Comunista Chinês para a erradicação da extrema pobreza é o principal objetivo deste artigo. Através de análises de políticas direcionadas, atenção especial à pobreza rural e desenvolvimento do setor agrário chinês formam-se os objetivos-chave para a construção da análise geral da pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-12-01

Como Citar

Nascimento, M. (2021). A batalha da china contra a pobreza rural: trajetórias da erradicação da extrema pobreza e fome. Seminário Pesquisar China Contemporânea, (5). Recuperado de https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/chinabrasil/article/view/4630