Dez coisas que você deveria saber sobre o Qualis

Autores

  • Rita de Cássia Barradas Barata Universidade de São Paulo

Palavras-chave:

Produção Científica. Avaliação de Programas. Classificação de Periódicos. Ferramentas de Avaliação.

Resumo

Este artigo trata de dez pontos essenciais para se compreender o Qualis Periódicos e, assim, dirimir as dúvidas frequentemente apresentadas aos coordenadores de área por editores científicos, docentes e alunos de programas de pós-graduação. As questões serão apresentadas de modo a esclarecer aspectos aplicáveis a todas as áreas de avaliação sempre que possível. Alguns aspectos particulares terão por base a experiência da área de Saúde Coletiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rita de Cássia Barradas Barata, Universidade de São Paulo

Doutora em Medicina Preventiva pela Universidade de São Paulo (USP) e professora-adjunta da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil

Referências

BARATA, R. B. A ABRASCO e a pós-graduação stricto sensu em Saúde

Coletiva. In: LIMA, N. T.; SANTANA, J. P.; PAIVA, C. H. A. (Eds.)

Saúde Coletiva: a ABRASCO em 35 anos de história. Rio de Janeiro: Fiocruz/Abrasco, 2015.

BARRETO, M. L., et al. Diferenças entre as medidas do índice h geradas em distintas fontes bibliográficas e engenho de busca. Revista de Saúde Pública, São Paulo, SP, v. 47, n. 2, p. 231-238, 2013.

BORNMANN, L. How to analyze percentile citation impact data meaningfully in bibliometrics: the statistical analysis of distributions, percentil rank classes and top-cited papers. Journal of the American Society for Information Science and Technology, Carolina do Norte, USA, v. 64, n. 3, p. 587-595, 2013.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR – CAPES. CAPES 60 anos. Revista Comemorativa 2011. Disponível em: https://www.capes.gov.br/images/stories/download/ Revista-Capes-60-anos.pdf. Acesso em: 5 out. 2015.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR – CAPES. WEBQUALIS CAPES. Disponível em: www.sucupira.capes.gov. br. Acesso em: out. 2015.

FERREIRA, M. M.; MOREIRA, R. L. Capes. 50 anos. Depoimento ao CPDOC/ FGV. Brasília, 2002. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/ download/texto/me001600.pdf. Acesso em: 5 out. 2015.

GLÄNZEL, W.; MOED, H. F. Journal impact measures in bibliometric research. Scientometrics, v. 53, n. 2, p. 171-193, 2002.

LEEUWEN, T. H. et al. Language biases in the coverage of the Science Citation Index and its consequences for international comparison of national research performance. Scientometrics, v. 51, n. 1, p. 335-346, 2001.

LINDSEY, D. Using citations counts as a measure of quality in science measuring what’s measurable rather than what’s valid. Scientometrics, v. 15, n. 3-4, p. 189-203, 1989.

RUANO-RAVINA, A.; ALVAREZ-DARDET, C. Evidence-based editing: factors influencing the number of citations in a national journal. Annals of Epidemiology, v. 22, n. 9, p. 649-653, 2012.

SCIMAGO Journal & Country Rank – SJR. Scimago Journal & Country Rank. Disponível em: www.scimagojr.com/journalsearch.php. Acesso em: out. 2013 e out. 2015.

TAYLOR, M.; PERAKAKIS, P.; TRACHANA, V. The siege of science. Ethics in Science and Environmental Politics, v. 8, p. 17-40, 2008.

WALTER, G. et al. Counting on citations: a flawed way to measure quality. Medical Journal of Australia, v. 178, n. 17, p. 280-281, March 2003.

Como Citar

BARATA, R. de C. B. Dez coisas que você deveria saber sobre o Qualis. Boletim Técnico do PPEC, Campinas, SP, v. 2, n. 1, p. 17p., 2017. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/boletins/index.php/ppec/article/view/9046. Acesso em: 11 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos